ELEIÇÕES 2018: Descubra como vão votar os vereadores Serra-talhadenses

Em outubro deste ano os brasileiros voltam às urnas para escolher seus representantes. Candidatos disputarão vagas para os cargos de Presidente, Governadores, Senadores e Deputados Federais e Estaduais, por cada estado e distrito federal. A escolha de muitos eleitores se dará pela influencia dos prefeitos e vereadores dos seus municípios. Por esta razão, o Leia Mais PE fez um levantamento para saber como vão votar os 17 vereadores de Serra Talhada.

BANCADA DE SITUAÇÃO

André Maio (PRTB) líder do governo na câmara apóia o deputado federal Bispo Osséssio, apoiado pela igreja Universal, da qual o vereador é membro. O parlamentar está discutindo com suas lideranças se fecha a chapa da universal, apoiando o candidato a deputado estadual, Pastor William, ou se fechará com o candidato a deputado estadual do prefeito Luciano Duque, Augusto César (PTB).

Nailson Gomes (PTC) que é presidente da câmara está fechado com o deputado federal Kaio Maniçoba (SD), e o deputado estadual Rodrigo Novaes (PSD). A chapa é 100% Florestana.

Kaio e Rodrigo também contam com o apoio do vereador Ronaldo de DJA (PMN), que deixou o deputado Augusto César “Chupando dedo”. Já que Augusto diz ter ajudado Ronaldo nas eleições municipais, em troca do seu apoio para as eleições deste ano.

Zé Raimundo (PTC) é um dos que Duque gostaria que apoiasse seu estadual, Augusto César, mas o vereador que é eleitor do deputado federal, Fernando Bezerra Coelho Filho, vai votar para estadual em Rodrigo Novaes.

Antonio Rodrigues (PTC) está na mesma situação, fechado com o deputado estadual Eriberto Medeiros (PP), que vai disputar uma vaga para deputado federal. Seu estadual, em substituição a Eriberto, será Augusto César.

Agenor de Melo (PV) e Alice Conrado (PMB), já hipotecaram apoio ao deputado estadual Augusto César, mas esperam a decisão de Duque para escolherem o federal.

Paulo Melo (PSD), que apóia Rodrigo Novaes para estadual, também vive o dilema de não saber em quem vai votar para deputado federal, porque aguarda a decisão do Prefeito.

O que mais chama atenção na base do governo, e coloca em julgamento o relacionamento entre o prefeito Luciano Duque e Sinézio Rodrigues (PT), ambos do mesmo partido, o PT, é o fato de Sinézio “jurar” que é candidato a deputado estadual e não ter o apoio incondicional do prefeito. Rodrigues também não revelou ainda, em quem deve votar para deputado federal.

Manoel Enfermeiro (PT) pode ser o único parlamentar do grupo governista a votar em Sinézio Rodrigues, para ALEPE. Manoel também aguarda decisão do prefeito sobre o federal.

Em relação à disputa para o governo do estado, senado e presidente da república, a grande maioria da bancada governista deve acompanhar o prefeito Luciano Duque, em suas escolhas.

 

BANCADA DE OPOSIÇÃO

Como o candidato a deputado federal da oposição é o Sebastião Oliveira (PR), líder do principal grupo de oposição ao prefeito Luciano Duque, em Serra Talhada, este terá o apoio de 100% de sua bancada na câmara municipal. Ainda que opte por colocar seu irmão, Waldemar Oliveira, para disputar em seu lugar a vaga de deputado federal, caso seja escolhido para a chapa majoritária do governador Paulo Câmara (PSB), para a vaga de vice-governador.

Sebastião conseguiu fechar 100% do apoio da oposição ao governo Duque na Câmara, graças ao vereador Gilson Pereira (PROS), que apesar de se intitular “independente”, disse durante entrevista a uma emissora de rádio local, que apoiaria o federal que seu primo Carlos Evandro vier a apoiar. Como “Carlão” está na base de Sebastião, não restam dúvidas sobre o apoio do parlamentar, que já vota em sintonia com a bancada de oposição na câmara, fechada com Rogério Leão (PR) para estadual.

Quase todos também devem fechar com Sebastião Oliveira, para governador, senador e presidente. A dúvida é sobre o vereador Rosimério de Cuca (PMN), recém chegado ao grupo Sebastianista, se vai apoiar o governador Paulo Câmara, já que o parlamentar bradou nas redes sociais e até na câmara – quando ainda fazia parte do grupo da situação – que não votaria em Paulo Câmara de jeito nenhum, já que na sua concepção o governador Paulo Câmara, é um dos “Piores governadores que Pernambuco já teve”.

 

 

contato@leiamaispe.com.br