PE 418: Possível erro no projeto pode ter ajudado a danificar rodovia de Santa Rita

Moradores do distrito de Santa Rita em Serra Talhada, ainda buscam rotas alternativas para sair da localidade, enquanto aguardam a finalização da obra de recuperação da PE 418, que liga Serra Talhada, através da BR 232, ao distrito de Santa Rita. A PE ficou danificada há cerca de um mês, após o estouramento da barragem da Batalha.

O engenheiro do Departamento de Estradas e Rodagens (DER), Antônio Ferraz, ao participar de entrevista na Vila Bela FM, levantou a possibilidade de ter havido um erro no projeto inicial da rodovia, em relação aos bueiros utilizados.

 “Antes que a gente pudesse fazer qualquer obra de recuperação, a gente precisava primeiro analisar o que foi que realmente ocasionou o erro da PE 418, então no primeiro momento nós fomos ao Recife para pegar o projeto original da rodovia, para gente avaliar realmente se aquele tipo de bueiro seria interessante que a gente refizesse a mesma obra. Disse Ferraz. Complementando.

“Aquele primeiro passo foi primeira, analisar porque que aquele bueiro não agüentou a vasão que estava prevista no projeto inicial, e segundo, se aquele equipamento que estava lá, ele deveria ser substituído por outro equipamento que tivesse uma vasão maior”.

De acordo com o engenheiro já foi definido que não será mais o bueiro triplo tubular, agora será colocado no local, um bueiro duplo de placa que é muito maior. Sem dar detalhes, Ferraz afirmou que não foi só a vasão responsável pelo estrago na rodovia.

PUBLICIDADE

“Inclusive no estudo que a gente fez lá, a gente avaliou que além da grande precipitação, houve outros fatos que majoraram aquela vazão que vale para aquele bueiro, que não vem ao caso falar nesse momento.

Para conclusão da obra foi necessário fazer uma dispensa de licitação, para que a burocracia não emperrasse o andamento da obra. O engenheiro não arriscou indicar uma data para a entrega da obra.