Governador publica licitação do novo hospital de Serra Talhada

Quatro anos depois das eleições de 2014, quando o governador Paulo Câmara (PSB) prometeu construir três hospitais, a licitação para contratar a empresa de engenharia que vai erguer a primeira etapa do primeiro deles foi publicada no Diário Oficial do Estado, nesta sexta-feira (11). A unidade, que receberá o nome do ex-governador Eduardo Campos (PSB), padrinho político do atual gestor, ficará em Serra Talhada, no Sertão. O custo total dessa primeira fase está previsto em R$ 49,7 milhões.

PUBLICIDADE

A ordem de serviço foi assinada em janeiro. Os primeiros R$ 2,6 milhões foram para a terraplanagem. O investimento total no hospital é de R$ 60 milhões. No evento em janeiro, o governo anunciou a previsão de concluir as obras, com todos os serviços, no fim de 2019, após 24 meses.

Quando estiver pronta, a unidade terá atendimento ambulatorial nas especialidades de traumato-ortopedia, clínicas geral, cardiológica e neurológica. O objetivo é de atender 236 mil habitantes de dez cidades da região. Em 2014, Paulo Câmara prometeu ainda o Hospital Geral de Cirurgias, na Região Metropolitana do Recife, e o Dominguinhos, em Garanhuns, no Agreste. Em entrevista no Resenha Política, há um ano, o governador já havia admitido que não conseguiria entregar todos os hospitais.