Porteiros de volta ao trabalho nas escolas públicas do Pajeú; atraso de salário motivou a greve.

Os porteiros das escolas estaduais na região do Pajeú paralisaram as atividades na quarta feira (09), alegando o não recebimento dos salários. Segundo Informaram estão a dois meses sem receber.

João Soares presidente do sindicato que representa a categoria informou ao Leia Mais PE, que após a entrevista que eles deram na Cultura FM, a empresa abriu dialogo com a categoria e acertou o pagamento de um mês de salário atrasado para esta sexta feira (11), ficando para a próxima segunda (14) o pagamento do segundo mês em atraso.

Relembre a reportagem clicando aqui.