show de palavrões de Projota desagrada parte do público da Festa dos Estudantes

Foto: Facebook

Neste fim de semana a Festa dos Estudantes de Triunfo, Sertão do Pajeú, recebeu mais um grandioso público. No Sábado (28), um dos grandes nomes do hip-hop do País, Projota, esquentou o público presente no pátio de eventos da cidade.

Vários fãs do artista cantaram loucamente suas canções, que misturam poesia de rua, com críticas sociais e políticas. A diversidade das apresentações foi um ponto muito positivo do evento. Na mesma noite da musica de rua, os presentes no evento também assistiram os shows de Adilson Ramos e do filho da terra Rafael Veríssimo.

O ponto negativo especificamente da apresentação do Projota, sem querer polemizar sobre o show, foram às muitas vezes que o cantor esqueceu a poesia e substituiu sua mensagem por um show de palavrões impublicáveis. Que não passou despercebido entre os mais conservadores moradores da cidade e turistas. Pais de família que estavam acompanhados dos seus filhos no evento.

Um Professor Serratalhadense que estava com a esposa e dois filhos de 13 e 17 anos, no evento, lamentou a apresentação do artista.

“Eu não sabia que esse cidadão era de uma boca tão suja como está, me retirei com a minha família do evento, me recuso a contribuir com a degradação da família, através dessas pessoas que se dizem artistas e se prestam a fazer uma apresentação como esta, tão agressiva a construção do caráter desses jovens”, Disse o professor pedindo reserva, e acrescentando.

“Que o senhor prefeito faça uma reflexão sobre a programação do festival, porque infelizmente assim o festival vai se acabar ou vai abrir espaço para marginalização”. Criticou.

19 comentários
  1. Eu acho é bem feito.
    Se contratassem artistas sérios como eu e outros que conheço não aconteceria esse constrangimento mais só querem contratar artistas renomados.

    1. Primeiramente se vc não foi chamado isso é pq vc não é melhor que ele cara… e outra pra vc ser um artista aprenda primeiramente a não criticar os outros artistas que por sua vez é melhor e muito que vc.

  2. É lamentavel que os Poderes Públicos e os Órgãos Culturais incluindo a Fundarpe não tenha imposto criterios nas contrações de artistas para eventos culturais não só em nosso estado mais a nível nacinal. Precisamos repensar.

  3. Essa é a nossa juventude, meus amores. Projota merece todo respeito, não é atoa que ele conquistou inúmeros adolescentes. Só ficaram em choque, os pais que não sabem o estilo de música que seus filhos escutam. Thiago é um Mc, canta rap e não “louvores evangélicos”, merece todo respeito como qualquer outro cantor.

    1. O cara vem a Triunfo, fala um monte de palavrões e a data de respeito é do púbico. Acho que essa defesa sua tem nome: idiotice!!!

  4. Ah pelo amor de Deus, vocês só querem ser os certinhos, vai dizer que ninguém chama palavrão? O show foi bom pra crlh, vocês só sabem criticar e não venham dizer que desagradou metade do público não, todo mundo amou o show, quem era fã saiu de lá tão bem, aí por causa de um ou dois que quer ser certinho vocês vem dizer que muita gente não gostou? Por favor né! Não querem ouvir palavrão vão pra igreja em vez de ir pra show, esses modinha com tudo querem se enomodar, show maravilhoso daquele querem colocar boquinha.

  5. Boa tarde

    Este camarada é um profissional correto mais não dá para ele ter a liberdade de chamar palavrões se mostrou um verdadeiro vagabundo

    1. se ele fosse vagabundo não estaria incentivando milhares de pessoas a lutar pelos seus sonhos.. garanto que vc ja falou um palavrão na sua vida… isso te tornou vagabundo?

  6. O cara deu show…
    É uma lenda
    Pra qm não curte a letra deveria ficar em casa e evitar ser mais um lixo a fazer criticas bobas.

    1. Ou seu BBB(os três bs são bostas triplicadas na sua lata, isso não é cabeça), qual é a sua cultura em dizer que uma coisa daquela (vc e outro idiota) é um mito. Pode ser um misto de coco e xixi. Grande cultura tem vcs.

  7. Imagine aí o nível cultural que os jovens de hoje estão curtindo, por meio dessas músicas. É lamentável.

  8. Eu poderia escrever um textão aqui, mas deixo as seguintes reflexões:

    1) Você prefere que seu filho se acompanhe de amigos que, apesar de alguns palavrões, influencie seu filho a ter valores como honestidade e integridade ou amigos “cultos” que o incentive a ser “esperto” a ser “desonesto”?

    2) O que é mais fácil de reverter: o mau caráter ou a linguagem?

    3) Você prefere uma música que fala de superação, ainda que de forma não convencional, ou um discurso de ódio de algum religioso?

    Se concentre na essência, não na forma.

    1. Concordo, se metade das pessoas fossem a fundo nas letras de suas canções entenderiam o por que das pessoas serem tão desumanas, do Brasil ser tão corrupto e fariam uma reflexão bem doloroso em como anda o seu comportamento no dia a dia.
      As letras do Tiago trazem mais que molodia, trazem infinitos tapas na cara da sociedade.
      O melhor show do evento, sem dúvida foi o do projota! O prefeito acertou em cheio. Todos os fãs amaram muito e só ouvi comentários maravilhosos do show.

  9. Esta foi uma das críticas mais injustas que eu já vi. O homem falou o tempo todo em Deus, foco e superação, que deu até para entender que se trata de um rap sob influência evangélica. Disse duas gírias típicas do palavrar brasileiro mesmo e vai prevalecer isso? Injusto com a grandeza do show que fez em Triunfo.

  10. Aqui posso citar, aos que criticaram o show do cantor, algumas doses de verdade nas letras cantadas na ocasião:

    -3F’s: Foco, Foça e Fé – “Foco, um objetivo pra alcançar, Força pra nunca desistir de lutar e Fé pra me manter de pé, enquanto eu puder, haja o que houver, eu só preciso de Foco, Força e Fé.” As pessoas “civilizadas e de família” também crêem que esse é o melhor caminho, correto? Termos objetivos, termos força para superar todas as adversidades da vida e nunca perdermos nossa fé, independente de religião, é o que nos impulsionam para frente.
    -Moleque de Vila – “Prosperei com o suor do meu trabalho me guardei, lutei sem buscar atalho e sem nunca pisar em ninguém, sem roubar também” “Já fui vaiado, já fui humilhado, já fui atacado. Fui xingado, ameaçado, nunca amedrontado. Aplaudido, reverenciado, homenageado, premiado pelos homens, por Deus abençoado.” – as boas famílias também prezam por valores baseados na honestidade e segue a vida em Deus, correto? Mas elas também se estressam em seus dias ruins e também chamam palavrão. Quem nunca??!
    -O homem que não tinha nada – fala da história de Josué, um cara sofredor e trabalhador que não tinha nada, apenas fé e foi morto por outro cara que também não tinha nada, mas tinha uma faca. Fala das falhas do ser humano, mas que todos precisamos tentar.

    Eu poderia aqui citar todas as canções cantadas por ele, que uma lição de vida ou de amor, eu lhe traria em cada uma delas, traria o ódio de uma sociedade, o preconceito, traria a corrupção, traria a história é o sofrimento que tantas pessoas vivem diariamente… E ainda assim não calaria a hipocrisia de certas pessoas.

    Agora me digam, se puderem, de todas as atrações do evento, quantos pregaram, o amor, ao amor da família, de amigos, a honestidade, a simplicidade, o incentivo a lutar, a nunca desistir por mais dura que seja a vida e as condições, a ter fé em Deus, que tudo pode!
    Qual????!!!!

    Talvez para o público, fosse mais interessante uma atração que fizesse geral descer até o chão e incitar a pornografia e a pedofilia. Ne msm?

    Sejamos menos julgadores.
    Se não conhecem o trabalho é a história de vida do Tiago, ao menos respeitem. Se não curtem, é simples, só não ir.

    Ps. Ele não cantou duas músicas, que eu amo, particularmente, mas super indico para que vc ouçam e reflitam: “Pra não dizer que eu não falei do ódio” e “Véia”.

    Obrigada!

  11. ahh pelo amor de Deus parem de mimimi… o cara fez um dos melhores shows que essa cidade já viu… ele falou palavrão e daí quem não fala… acham ruim pq ele quebra tabus, ataca o sistema … quem não gosta dele simplesmente não deveria ter ido… quanto aos pais “superprotetores” era só pesquisar antes de levarem seus filhos e sair por ai falando merda… os marginais de verdade estão em Brasília roubando tudo de terno e gravata e nem palavrão fala… que eu me lembre e tenha estudado.. foram os artistas que falavam palavrão pra crlh na época da ditadura, que lutaram por democracia e direitos iguais… artistas que viraram heróis para o povo brasileiro… deixem de mimi e de alienação …

  12. como a própria música dele diz.. “SE QUER FALAR MAL, FALA DAÍ, MAS MEU PÚBLICO GRITA MAIS ALTO QUE NEM CONSIGO TE OUVIR”

Comentários estão fechados.