Furtos a caminhoneiros podem prejudicar comércio do Distrito de Varzinha

Os constantes furtos e até tentativa de assaltos no distrito de Varzinha, tem amedrontado caminhoneiros que circulam pela BR 232, em Serra Talhada, Sertão de Pernambuco.

Varzinha que fica distante 18 km da zona urbana do município, tem sofrido com a baderna dos paredões nos finais de semana e os constantes furtos que estão acontecendo contra caminhoneiros que param na localidade.  Os caminhoneiros através das redes sociais, estão comentando os casos que acontecem na comunidade e até tentando mobilizar os colegas a não pararem mais no distrito, que fica as margens da BR 232, O que tem preocupado muito os comerciantes.

“A gente que trabalha aqui lamenta isso, que antes não acontecia, porque tinha policia 24 horas. Agora não tem mais e o povo é ai fazendo o que quer. Eu me preocupo porque esse é o meu emprego, vivo do comercio e os caminhoneiros se deixarem de andar por aqui vai quebrar todo mundo”. Afirmou um comerciante da localidade.

O Leia Mais PE teve acesso a dois áudios compartilhados pelos caminhoneiros, em um deles o caminhoneiro relata que provocaram um problema em seu caminhão, para forçar a parada do veiculo em poucos metros depois da saída, para cometerem assalto. No segundo áudio mais relatos de furtos e o pedido para que ninguém parasse mais no distrito, acusando no lugar de “Só tem ladrão”.

OUÇAM OS ÁUDIOS

O distrito que recebeu obras nas alças da BR 232, melhorando a mobilidade no local, livrando os comerciantes da poeira e da lama, agora quer se livrar da insegurança. Uma moradora reclama que depois da  saída do trailler da Polícia Militar da comunidade, o local ficou barulhento e violento.

“Só Deus sabe o que estamos vivendo aqui, é barulho de paredão todo fim de semana e você sem o direito de assistir uma TV ou de dormir, porque o barulho não deixa. Se não bastasse isso aumentou muito a violência por aqui, a gente ouve sempre o povo falar de roubo, furto e outros crimes. A polícia às vezes vem passa dois minutos vai embora e a bagunça continua. Só Deus pra dar jeito. Quando o trailler estava aqui, mesmo com dois policiais a gente corria chamava e eles resolviam”. Revelou uma moradora pedindo anonimato.

Prostituição Infantil

A moradora também revelou a nossa reportagem que a prostituição infantil também está voltando. “Antigamente eram os caminhoneiros que aliciavam as meninas, hoje você chega aos bares e são os paredões, várias meninas de menor bebendo, fumando e sabe Deus o que fazem depois”.

Um comentário
  1. Varzinha Tá O pior Lugar que existe, paredões estão até tarde, e mesmo sem ser tarde estão fazendo baderna e trazendo Prostituição Mais Muita Mesmo! Os paredões são demais , demais mesmo! Está afastando até mesmo moradores para outros Lugares para morar, ninguém mais confia deixar seus filhos sair pra não ver Tanta Pouca vergonha!OQUE ADIANTA TER OS SÃO GONÇALO AS FESTA NA IGREJA E DEPOIS TA A MAIOr SAFADEZA! O certo seria prender e pegar esses carros de paredão está demais misericórdia

Comentários estão fechados.