Acusado de matar policial militar em Tuparetama é preso; Ouça o que ele disse em entrevista

Horas após prestar depoimento, o ex-marido da policial militar Aline Ribeiro de Araújo, encontrada morta nessa terça-feira (11), no Sertão de Pernambuco, foi preso sob suspeita de ter cometido o crime. Francielio Formiga de Lima foi detido na tarde desta quarta (12), na cidade de Pombal, no interior da Paraíba. Ao prestar depoimento, o homem confessou o feminicídio, mas disse que foi um acidente durante uma luta corporal.

Francielio prestou depoimento na manhã desta quarta e acabou sendo preso em casa. Para a  polícia, ele disse que matou a ex-esposa em uma luta corporal na casa dela, em Tuparetama. O suspeito já foi transferido para o estado de Pernambuco. Enquanto ele era detido, Aline Ribeiro estava sendo enterrada no Cemitério Municipal de Pombal.

Aline tinha 31 anos e foi achada por uma funcionária da residência com duas perfurações no tórax provenientes de uma arma de fogo. A empregada foi até o local a pedido da mãe da vítima, que estranhou a falta de notícias da filha. A policial era natural da cidade de Pombal e era lotada na 3ª Companhia da Polícia Militar, em São José do Egito. Aline e Francielio tinham uma filha e estavam separados há cerca de um ano.

ENTREVISTA

Durante entrevista a uma emissora de rádio Paraibana, Francielio Formiga, chegou a insinuar que sua ex-esposa estava tendo um caso, que ele ao mexer no seu celular descobriu, através de um áudio, o que acabou motivando a discussão com a policial.

Ouça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *