Justiça condena três pessoas envolvidas em um homicídio que chocou Serra Talhada

O Tribunal do Júri da Comarca de Serra Talhada condenou nesta quinta-feira (20), três pessoas envolvidas no assassinato do jovem Ângelo Henrique Godofredo Vieira Luckwu, morto em Maio de 2016, um crime que chocou Serra Talhada.

Ângelo trabalhava numa empresa de venda de água mineral e gás de cozinha em Serra Talhada e quando saía para trabalhar, sem perceber, foi seguido por dois homens de moto, que o abordaram na avenida Afonso Magalhaes.

Os bandidos apontaram a arma para Ângelo, que reagiu tentando fugir, quando levou três tiros de revólver calibre 38, e caiu morto já próximo ao trabalho. O crime aconteceu no dia 13 de maio de 2016.

​JURI

Os jurados acataram a tese do Ministério Público, condenando Wanderson Marcelo Cardozo de Souza, condutor da motocicleta, a uma pena de 14 anos. José Wesley Batista de Santana, autor dos disparos, a uma pena de 16 anos e José Elivânio Oliveira Magalhães, mandante do crime, a uma pena de 18 anos.

Os três condenados já estavam presos.