Em artigo, empresário comenta divisão do país em torno de duas candidaturas; Ele critica Bolsonaro e Haddad

O empresário Serratalhadense Eugênio Marinho, escreveu um artigo, publicado aqui no Leia Mais PE, analisando o atual cenário político nacional, preconizando a união para a eleição de um presidente para toda nação e não apenas para “alguns”.

Um presidente para metade do Brasil.

Em 2014 um Brasil dividido escolheu o seu presidente entre quem era contra e quem era a favor do PT. Dilma se elegeu, e deu no que deu. Se tivesse escolhido Aécio, como mostrou a lava jato, teria também feito uma péssima escolha. O fato é que o Brasil pós eleição continuou dividido, ratificando que a forma como se ganha determina a forma como se governa.

Somos um só país, um só povo, e estas deveriam ser condições inegociáveis para cada brasileiro, deveria está acima das ideologias, dos pontos de vista, pois são elas que nos fazem ser uma grande nação, apesar de todos os nossos erros, a 8ª economia do mundo.
Pare e pense, ao menos uma vez, como pode alguém que nunca administrou nada, Bolsonaro, ou outro, que foi o pior prefeito de São Paulo, ter soluções para os nossos problemas.

Entre os demais candidatos, tem gente muito boa, a exemplo de Marina, que já foi ministra do meio ambiente com resultados nunca alcançados pelo Brasil, e outros, que embora não sendo meu candidato preferido, preciso admitir que tem potencial para ser um bom presidente. Um presidente de todos, ou pelo menos de uma maioria que nos permita ter um bom governo. Manter o que de melhor há em nós, um só povo, uma só nação.

Já pensou que bom seria se cada um destes potenciais candidatos tivesse a humildade, de sem se apresentar como solução, convocar todos os brasileiros que estão pensando em votar apenas para derrotar o outro, sem enxergar que o seu candidato é a outra face da mesma tragédia que este outro representa. A eleição para presidente não pode ser um jogo entre dois times adversários ferrenhos, onde há brigas e até mortes. A eleição precisa ser vista como um jogo da seleção brasileira onde todos têm um só objetivo torcer pelo Brasil.