Pessival Gomes não é presidente do PSL, afirma liderança estadual do partido

O primeiro secretário estadual do PSL, Edu Cabral, afirmou nesta segunda-feira (22) ao Leia Mais PE, que o suplente de vereador Pessival Gomes, liderança ligada ao prefeito Luciano Duque (PT), no município, não é presidente do partido do presidenciável Jair Bolsonaro em Serra Talhada, desde abril de 2017.

“Fui pego de surpresa com essa história do senhor, Pessival Gomes Pereira, dizendo que faz parte do PSL e apoia o Haddad. Esse senhor não faz parte do PSL desde abril do ano passado, por falta de prestação de contas. Então eu quero dizer ao povo de Serra Talhada e das cidades da região, dizer que o tempo da mentira está acabando, ir para o rádio para mentir é feio demais, querer enganar o povo e o povo não aguenta mais isso”. Disse Cabral,  acrescentando.

“Então senhor, apóie quem o senhor quiser apoiar, mas não minta para o nosso povo não, o time do Jair Bolsonaro é um time de pessoas voluntárias, pessoas que não querem nada em troca, para fazer o Brasil da verdade”.

A manifestação de Edu Cabral se deu após Pessival Gomes dar entrevista na manhã desta segunda, na rádio Vila Bela, como presidente do partido em Serra Talhada, e ter anunciado que apesar de ser presidente do partido no município, iria votar no candidato petista Fernando Haddad.

Um comentário
  1. Ainda bem que este site de notícias fez o papel do bom jornalismo. De checar as fontes para publicação, e não informar acerca da fake news que foi publicada no outro site de notícias da cidade. Parabéns!!!

Comentários estão fechados.