Duque quer criar centro administrativo; Proposta passa pela permuta de prédios

Publicado às 16:11. Atualizado às 16:44

Foto: Rede social

O prefeito de Serra Talhada quer tirar do papel o Centro Administrativo de Serra Talhada, onde reuniria algumas secretarias do governo, o que iria gerar uma economia de cerca de 50 mil reais aos cofres municipais. Mas para isso depende do governo estadual, já que a proposta envolve a permuta de prédios, um municipal e outro estadual.

De acordo com uma fonte, ao Leia Mais PE, a conversa já está adiantada, o prefeito Luciano Duque (PT) esteve no Recife, onde juntamente com o vereador Antonio Rodrigues (PTC), se encontrou com o governador em exercício, Eriberto Medeiros (PTC), atual presidente da Assembléia Legislativa de Pernambuco (ALEPE), com a participação dos procuradores do estado.

Duque apresentou o desejo de transformar o prédio onde hoje funciona o Curso de Medicina da UPE, onde funcionava o Instituto Tecnológico de Pernambuco, no Centro Administrativo municipal, e para isso está propondo fazer uma troca, o governo municipal doa o prédio que hoje abriga o 14º Batalhão de Polícia Militar, hoje cedido ao governo do estado, em troca da permuta do prédio do Centro Tecnológico, que ficará sem funcionamento quando o prédio da Universidade de Pernambuco estiver pronto.

De acordo com a fonte, o deputado Eriberto Medeiros é a ponte entre governo municipal e estadual, e vai pressionar o governador Paulo Câmara (PSB), a aceitar a proposta.

Nas redes sociais o prefeito Luciano Duque revelou após o encontro que: “Aproveitei (o encontro) para apresentar os nossos pleitos, entre eles, um desejo antigo de implantarmos o Centro Administrativo de Serra Talhada, otimizando a gestão e os serviços públicos”. Disse Duque, acrescentando.

“Agradeço ao amigo, Eriberto Medeiros, pela atenção e por estar sempre contribuindo para o desenvolvimento de Serra Talhada”.