Médico denuncia demissão por voto em Bolsonaro e criticas a saúde em Calumbi

Barbosa Neto e Rodrigo Novaes

O médico Dr. Barbosa Neto, que já exerceu os cargos de Secretário de Saúde de Serra Talhada, na gestão do saudoso Geni Pereira e que já foi vereador no município, considerado um dos grandes nomes da medicina na região, denunciou em uma emissora de rádio de Serra Talhada, ter sido perseguido por votar em Bolsonaro e demitido pelas criticas a saúde em Calumbi.

O médico que atuava no posto de saúde de Roças Velhas relatou que pelo fato de votar em Bolsonaro e ter criticado a saúde no município, afirmando que “a saúde em Calumbi andava mal, sem medicamentos, faltando quase tudo.” Foi demitido pela prefeita Sandra Magalhães.

8 comentários
  1. Isso é o desrespeito com quem esta fazendo o certo, mas os boms médicos como o dr Barbosa esta sempre de agenda cheia pelo seu belo trabalho….Parabéns….

  2. É VERDADE SIM, VÃO LÁ VCS DA IMPRESSA VERIFICAR, A CIDADE ESTAR DESTRUÍDA, NÃO TEM MEDICAMENTOS, A PRECA6 CSINDO AOS PEDAÇOS, UM SALÁRIO P DIVIDIR PARA TRÊS FUNCIONÁRIOS, A PREFEITA CRUEL PERCEGUE TIDO MUNDO.

  3. Lamentável, perseguição politica. Prefeita deveria demitir o esposo empregado na Prefeitura. “Nepotismo” no mínimo é antiético.

  4. É verdade sim, sou de lá é tudo verdade. Ele não faltava, ia sempre,fazia seu trabalho. porém falta muita coisa, tem dia que nem gases tem pra fazer um curativo. Médico tinha mais medicamentos não. Ele sempre atendeu as pessoas bem, estamos muito triste com a sua saída

Comentários estão fechados.